sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Paranoia Agent

PARANOIA AGENT (Mōsōdairinin) - 2004
MP4, áudio em japonês, leg. fixas em port., 100 MB, 24 min, 13 eps.
Créditos: AnimesADVANCED

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI
Senha da pasta: ciclotron
LINKS ALTERNATIVOS AQUI

Tive contato com o trabalho de Satoshi Kon pela primeira vez há mais de dez anos atrás com o ótimo Tokyo Godfathers. Ali eu já havia me tornado seu fã, mesmo sem saber quais eram seus outros trabalhos. Em seguida veio Paprika, outra ótima animação e... bom, e depois Satohi Kon nos deixou e ficamos apenas com uma vaga ideia do que poderia ter vindo por aí pelas mãos deste excelente diretor. 

Mesmo sendo seu fã, confesso que me esqueci completamente de seu único trabalho em série: Paranoia Agent. Um anime em 13 episódios, onde ele fez um trabalho bem mais amplo. Simplesmente não parece que cada episódio tenha apenas 24 minutos. E a história, bom, a história...



Tsukiko é uma jovem introvertida, criadora do meigo boneco Maromi, um cachorrinho rosa, que ganhou rápida popularidade. Porém, essa mesma popularidade trava a criatividade de Tsukiko que não consegue criar mais nada. Seu chefe a cobra todo dia por um novo personagem que seja tão popular quanto Maromi. Mas, Tsukiko não consegue. 

Deprimida, a única coisa que Tsukiko quer é uma solução para seus problemas. Ela está com esses pensamentos na cabeça, quando é atacada por alguém. 



No hospital ela é interrogada por dois detetives aos quais diz que o atacante parecia ser um garoto, com patins, boné de basebal e um taco torto. Logo a descrição vai parar na mídia que apelida o atacante de Shonen Bat. 

As pessoas logo entram em um estado de comoção e medo e, quando uma segunda vítima dá a mesma descriação, o pânico começa a se instalar. Mais e mais pessoas começam a ser atacadas pelo misterioso Shonen Bat. Todas elas, assim como Tsukiko, passavam por algum tipo de problema sério, um beco sem saída. 



Depois de alguns episódios, não apenas os ataques são relatados, mas tudo o que Shonen Bat vem causando. Afinal, ele é uma lenda urbana ou uma pessoa real? 

Cada vez mais a figura começa a afetar a vida das pessoas, tanto das que ele atacou, quanto daquelas que estão ao alcance do mito que ele acaba se tornando. 

Satoshi Kon faz um trabalho tão psicológico e cheio de nuances que grande parte são mistérios dentro de mistérios. Se é necessário resolvê-los, ningué, sabe. Ave, Mr. Kon.




6 comentários:

Super Max disse...

Para quem quiser uma versão full HD 1080P: https://themotionpicturefansub.wordpress.com/projetos-animes/concluidos/series-de-tv/paranoia-agent/

Doc Cocamonga disse...

Um dos melhores animes já feitos, repleto de simbolismos. O final é que pode deixar alguns chateados se não sacarem a premissa do desenho.

Daniel de Marins disse...

Depois do teu texto fiquei curioso. Baixando imediatamente.

Daniel de Marins disse...

Baixei e esqueci por algumas semanas, assisti somente agora, só posso dizer uma coisa: brilhante!!

Querco disse...

Queria muito assistir Nadesico, mas não consigo baixar do minhateca.

Graforreico disse...

Pessoal nos comentários dizendo que a série é boa, "brilhante" sem apontar uma razão sequer pra isso.
A série é uma bosta. Confusa, sonolenta, desinteressante. No início instiga, aparentando desenvolver uma trama investigativa, tendo como plano de fundo um contexto social bacana; todas as pessoas atacadas pelo Shonen Bat se encontravam no fundo do poço, desesperadas, aflitas, de tal modo que a "agressão" lhes surge como uma redenção.
Mas logo o anime passa a realizar viagens psicodélicas no roteiro, que pretendem ser "metafóricas", conotadas de "simbolismos" etc., mas na verdade não impacta e deixa a série desinteressante, chata, deveras cansativa.
Os dois policiais detetives, protagonistas da série, não cativam. Trazem um diálogo tosco e sonolento durante toda a série, enquanto personagens secundários com potencial (como a professora/prostituta) são deixados de lado, reduzidos a mera função de "suporte" de todo lance pseudo-psicodélico e "metafórico" que os criadores querem impôr.

Enfim. O anime é um saco. Quem deseja assistir algo realmente legal e brilhante, sugiro os animes de Watanabe, Miyazaki, Katsuhiro...

Business

category2