quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Duna de Jodorowsky

DUNA DE JODOROWSKY
BluRay/MP4/Widescreen/Colorido

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

O scan que devia ter sido o presente de Natal não foi terminado ainda, por várias razões até meio óbvias. Primeiro, ser uma edição extensa, segundo, os feriados e comemorações e, terceiro, mas não menos importante, esse calor infernal que afeta o ânimo de qualquer um. Então, para não terminar o ano sem um último post, coloco aqui o documentário Duna de Jodorowsky. 

O título já deixa bem claro, é sobre o filme nunca feito de Alejandro Jodorwsky, Duna. Em 1975 o controverso cineasta, depois de ganhar notoriedade com seu The Holy Mountain, decide que seu próximo projeto seria Duna.

"Meu produtor perguntou que filme eu gostaria de fazer, qualquer um, e ele faria. Eu disse, 'Duna'. Eu nunca havia lido os livros, eu disse Duna como poderia ter dito qualquer outra coisa". 

Um sonho que envolveria Dan O'Bannon, H. R. Giger (bem antes de Alien), Salvador Dalí, Pink Floyd, Orson Wells, Mick Jagger e Salvador Dalí. Um delírio. Jodorowsky diz que queria colocar na tela, as alucinações que o LSD causa. Mas, algo assim, tão grandioso e controverso dificilmente veria a luz do dia. Jodorowsky se orgulha de sua tentativa, ainda mais depois de assistir Duna de David Lynch. 

Bom, vou ficando por aqui, desejando um 2016 excelente para todos os meus amigos leitores do Rapadura Açucarada. Brevemente teremos mais uma digitalização com a qualidade HORDA. A demora também se dá pela minha meticulosidade, ao querer que tudo fique perfeito na medida do possível.

FELIZ 2016 PARA TODOS!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Liga Extraordinária: Vol. 03

LIGA EXTRAORDINÁRIA - VOLUME 03: SÉCULO
Digitalização e Montagem: H.O.R.D.A./Part. Especial: ShadowBoss

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

E chegamos ao volume três das aventuras da Liga Extraordinária. Este volume vem após LoEG: Black Dossier, que não foi publicado no Brasil até agora e nem foi traduzido por nenhum grupo de scan, pelo simples motivo de ser um trabalho complicado em matéria de tradução e letreiramento. A Devir promete a publicação desde 2013. As notícias mais recentes dão conta de que ser publicado em 2016. Mas, nunca sabemos se será mesmo.

Os spin offs que começaram a ser publicados, como Nem: Coração de Gelo, que é o primeiro de três, só aparecerão por aqui quando estiverem todos publicados. Então, não será tão cedo.

Mas, o que importa é este terceiro volume, uma compilação dos três álbuns publicados pela Devir: 1910, 1969 e 2009. A Liga tem agora uma nova formação que, além de Mina e Allan, contam com o imortal Orlando, o investigador do sobrenatural, Thomas Carnacki e o ladrão redimido Arthur Raffles.

É 1910 e Carnacki tem vislumbres de algo que está acontecendo no submundo do ocultismo. Aparentemente um mago satanista chamado Oliver Haddo está tentando gerar uma criança lunar, o Anticristo. Mas, além deste contratempo, temos ainda a introdução da herdeira do Capitão Nemo, Janni, que se recusa a assumir o lugar do pai.

Conforme o tempo vai passando, Haddo consegue manter seu plano de trazer o Anticristo ao mundo, mesmo que ele precise usar de artifícios para continuar vivo e presenciar tal momento.

Na década de 60 a Liga continua investigando, agora no cenário musical de Londres, quem poderá ser o próximo fantoche de Haddo a ajudá-lo a concluir seus planos.

O embate final, já no século XXI é monumental, com o Anticristo sendo uma referência explícita à literatura inglesa atual.

Alan Moore e Kevin O’Neill não deixam pedra sobre pedra neste que pode ser a última aventura destes destemidos cavalheiros e damas. Ou não. 


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Liga Extraordinária - Vol. 02

LIGA EXTRAORDINÁRIA – VOLUME 02
Digitalização e Ajustes 2.0 by H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Mal terminaram uma missão e Mina Murray, Allan Quatermain, Capitão Nemo, Jekyll/Hyde e Hawley Griffin já se veem diante de uma nova aventura de proporções apocalípticas: alienígenas de Marte estão invadindo a Inglaterra e, com certeza, planejam tomar toda a Terra.

Apesar de não poderem se locomover no planeta devido a gravidade, usam gigantescas naves conhecidas como tripods e estão dizimando a população. Agora tudo depende da Liga dos Cavalheiros Extraordinários e de sua líder.

Este volume está mais do que repleto de H. G. Wells. Já tínhamos o seu Homem Invisível desde o primeiro volume e, agora, a invasão marciana é uma referência direta a Guerra dos Mundos. Além disso, temos a participação especial – e essencial para a trama – do Dr. Moreau e suas criaturas saídas do livro A Ilha do Dr. Moreau.

Neste segundo volume as coisas estão bem mais tensas, tanto por causa da invasão, quanto por causa da interação cada vez mais cheia de atritos e nuances entre os membros da Liga Extraordinária.

Enquanto Hyde se mostra um monstro que tenta ser humano, outros se mostram humanos que no fundo são verdadeiros monstros. Enquanto isso, as criaturas marcianas avançam cada vez mais e seu número vai aumentando.

Alan Moore e Kevin O’Neill dão continuidade de forma magistral às aventuras do grupo mais literário dos quadrinhos!


segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

A Liga Extraordinária–Vol. 01

A LIGA EXTRAORDINÁRIA: EDIÇÃO DEFINITIVA – VOLUME 01
Digitalização e Ajustes by H.O.R.D.A. Comics

Liga Volume 01_20151203_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

A primeira vez que soube d'A Liga Extraordinária foi através de scans traduzidos ou transcritos. A Editora Pandora havia lançado a minissérie de seis capítulos em três edições. Mas, lembro bem, os scans que vi não eram dessas edições.

Alan Moore já estava mais do que estabelecido no mundo dos quadrinhos, e criou o seu próprio selo, O ABC: America’s Best Comics, dentro da Wildstorm, de Jim Lee, ainda na época da Image. Do selo vieram a Liga Extraordinária, Tom Strong e Promethea. Todos de grande sucesso.

Liga Volume 01_20151203_0016

Quando a Devir, algum tempo depois, lançou a minissérie agora em um encadernado cheio de extras produzidos pelo próprio Alan Moore e Kevin O’Neill, eu não tive dúvidas e o comprei. Em pouco tempo ele estava aqui, devidamente digitalizado.

Mas, Liga Extraordinária só estava começando a aquecer. Logo aparecerem mais scans traduzidos, desta vez do que seria o Volume 2. Fiquei tão empolgado que escrevi para a Devir perguntando quando eles lançariam o segundo volume como encadernado. Responderam que seria em breve. E assim aconteceu.

Liga Volume 01_20151203_0032

A premissa da HQ era fantástica: Moore reunira vários personagens da literatura clássica de terror e ficção-científica, formando uma espécie de grupo de heróis (ou anti-heróis) do século XIX. Começava com Minha Harker (agora Mina Murray), a heroína de Drácula de Bram Stoker; o aventureiro, já avançado em idade, Alan Quatermain, de H.R. Haggard; o Capitão Nemo, de Júlio Verne; Dr. Jekyll e Mr. Hyde, de Robert Louis Stevenson e o Homem Invisível de H. G. Wells.

O grupo responde a Campion Bond e a “M”. Sim, isso mesmo, referências a 007. Campion Bond seria um antepassado, criado por Alan Moore.

Os primeiros capítulos são para reunir o grupo, com Mina tentando encontrar Quatermain, depois os dois vão atrás de Jekyll/Hide e do Homem invisível, Hawley Griffin. O Nautillus do Capitão Nemo serve de base para a Liga.

Liga Volume 01_20151203_0056

O ilustrador Kevin O’Neill é o mesmo de Marshal Law e A Era Metalzóica. O artista se tornou fixo nas aventuras da Liga Extraordinária, que além do segundo volume, teve ainda publicado por aqui mais três albuns. No entanto, a Devir pulou o Black Book. Há rumores de que a editora o publicará no ano que vem.

No mais, que curtam as aventuras pragmáticas da Liga dos Cavalheiros Extraordinários e Deus Salve a Rainha.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Bizarro Comics

BIZARRO COMICS
Digitalização e Ajustes 2.0 by H.O.R.D.A. Comics

Bizarro Comics 2.0_20151201_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Já se passaram exatamente 10 anos desde que eu fiz os scans de Bizarro Comics pela primeira vez, pois foi quando a Opera Graphica o lançou aqui em 2005. Ele foi lançado originalmente, nos EUA, em 2001.

Há 10 anos atrás eu ainda tinha escrúpulos quanto a desmembrar encadernados caros. Na época ele custou R$ 75,00, se não me engano. Uma edição de luxo, capa dura, mais de 200 páginas. Eu nunca havia picotado algo tão caro e não ia ser naquele momento que eu iria começar. Então, como fazer para colocá-lo para download?

Bizarro Comics 2.0_20151201_0018

Resolvi fazer algo que já tinha feito antes, mas que não foi pelo mesmo motivo e, sim, porque a HQ que eu comprei era em preto e branco, sendo que no original ela era colorida. Da mesma forma que fiz com ela, fiz com Bizarro Comics.

Consegui os scans em inglês e – eu mesmo não acreditava que iria fazer aquilo – copiei palavra por palavra, da HQ em português, para os balões do scan em inglês, depois de apagá-los. O problema é que a coisa em Bizarro Comics era bem mais complicada. Com exceção da primeira e última história, cada uma das outras tinham fontes diferenciadas. E, claro, eu não tinha nenhuma delas. Também levaria muito tempo procurando. Eu precisava  fazer com as que eu tinha.

Bizarro Comics 2.0_20151201_0054

Eram mais de duzentas páginas. Mas, eu procurei esquecer esse detalhe e ir em frente. Tudo para preservar intacto a minha edição. Ainda assim, escaneei o índice em português e a contracapa, que seriam problemáticas fazer em português. Mas, isso não avariou a HQ.

Depois de uns dois ou três dias de trabalho eu terminei, e gostei do resultado final. As fontes não eram as mesmas, mas procurei colocar sempre uma que se aproximasse em estilo da que estava no original. A HQ valia todo esse trabalho? Nem sei dizer, mas eu queria que ela fosse compartilhada e pronto.

Bizarro Comics 2.0_20151201_0077

Acabou que eu nem fiquei com a edição encadernada. Tempos depois eu a vendi e, desde então nunca mais pensei na mesma. Mas, assim como venho fazendo com várias, achei que ela merecia uma versão 2.0 desta vez direto da edição publicada aqui. Consegui-a no Mercado Livre e não pensei duas vezes em refazer. Por que tanto empenho? Nem eu sei.

A HQ não é algo assim do outro mundo, mas eu gosto dela por fugir da mesmice ou pelo menos tentar. A Opera Graphica ainda lançou um segundo volume chamado Mundo Bizarro que, se um dia eu conseguir encontrar, estará aqui. Pena que a DC parou apenas nestes dois.

Bizarro Comics começa com Mxyzptlk sendo nomeado o novo governante da Quinta Dimensão. Logo ele descobre o motivo: os antigos governantes se viram desafiados por um gigantesco alienígena para uma batalha de jogos que, caso perdessem, ele tomaria posse do lugar. Assim, eles passam a bola para Mxyzptlk.

Bizarro Comics 2.0_20151201_0185

Desesperado, o duende tenta buscar a ajuda de seu inimigo, Superman. Porém, acaba encontrando solidariedade apenas da cópia mal feita do herói, Bizarro.

Para ajudar a derrotar o poderoso ser chamado apenas de A, Bizarro resolve que a solução está nos próprios quadrinhos e, assim sendo, ele mesmo passa a produzir quadrinhos… bizarros.

Cada história a partir de então é da autoria de vários autores da cena mais alternativa dos quadrinhos americanos, como, por exemplo Craig Thompson, Evan Dorkin, Jessica Abel, Bill Wray, Jill Thompson e vários outros. A capa ficou a cargo do lendário criador dos Simpsons, Matt Groening.

As histórias são sempre bem-humoradas e exploram algumas possibilidades como uma babá para o bebê Clark Kent, Aquaman entrando em conflito com os peixes, o dia a dia da Mulher-Maravilha e o que acontece aos construtos abandonados do Lanterna Verde, entre outras coisas.

Mesmo não sendo uma revolução dos quadrinhos, o fato é que eu gosto muito dessa edição, mesmo que isso soe meio… bizarro.

Bizarro Comics 2.0_20151201_0192

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Akira #10 a #13

AKIRA #10 a #13 – KATSUHIRO OTOMO
Digitalização e Restauração 2.0 by H.O.R.D.A. Comics

Akira 10_20151123_0001 copy
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Tetsuo chega ao lugar onde Akira está sendo guardado, adormecido. Sua energia psíquica logo coloca em perigo o isolamento de Akira que acaba despertando, para o terror do General e de seus soldados.

Chegamos onde Akira mangá e Akira animação divergem e tomam caminhos um tanto quanto diferentes. Enquanto na animação, Akira nada mais é do que um amontoado de órgãos preservado em frascos, no mangá ele é um garotinho aparentemente inofensivo. Com o seu despertar, todos a sua volta entram em ação para tentar capturá-lo.

O general põe em ação a arma espacial SOL, pois deseja se livrar tanto de Tetsuo quanto da ameaça que pode ser Akira. Pegois no fogo cruzado, Kay e Kaneda acabam no meio de mais uma catástrofe que é a destruição causada por SOL.

Tetsuo tenta manter Akira perto de si, mas os ataques do general faz com que os dois se separem e Akira acaba com a dupla Kay e Kaneda, que fogem para encontrar Chyoko.

Lady Myiako coloca mais um peão no jogo quando envia a pequena Sakaki para raptar Akira. Porém, Neru, político ligado aos rebeldes também está atrás do garoto. Kay, Kaneda e Chyoko vão precisar estar atentos a todos.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

De Volta Para o Futuro

DE VOLTA PARA O FUTURO – OS BASTIDORES DA TRILOGIA
Livro contando tudo sobres os três filmes, de Caseen Gaines

de-volta-para-o-futuro-os-bastidores-da-trilogia-gaines-caseen-9788566636765-photo52497961-12-2c-32

O tema que mais gosto em termos de ficção-científica é viagem no tempo. Desde o clássico filme A Máquina do Tempo, baseado no livro de H. G. Wells, que eu sou fascinado pelas incríveis histórias que o tema gera.

O primeiro conto que eu escrevi em uma velha e pesada máquina de escrever, muito antes de começar a me aventurar pelo mundo da escrita aqui no blog, foi sobre viagem no tempo. Eu até mesmo sonho que volto no tempo e encontro a mim mesmo, de vez em quando.

Então, não é de surpreender que, assim como milhões de pessoas ao redor do mundo, eu seja um fã inveterado da trilogia criada por Robert Zemeckis e Bob Gale.

Assim, quando eu circulava por uma livraria e vi o livro De Volta Para o Futuro – Os Bastidores da Trilogia, de Caseen Gaines, eu não pensei duas vezes em adquirir. Seria a primeira biografia de um filme – de três na verdade – que eu iria ler.

Nas primeiras páginas já percebi logo o óbvio: que a abrangência de um livro era muito maior do que alguns documentários de making off que acompanham os DVDs e Blu-rays. Era um destrinchamento meticuloso de tudo o que foi feito do princípio ao fim, ultrapassando até mesmo a fronteira das telas e indo para o mundo real.

Logo de cara ficamos sabendo como Eric Stoltz não foi apenas a primeira escolha, mas, também, que participou por um bom tempo das filmagens, até o momento em que teve de ser despedido, quando os criadores conseguiram contratar Michael J. Fox, que sempre fora a primeira opção, mas que estava impedido por conta da série Caras e Caretas.

O drama que se desenrolou por conta de um ator que não se encaixava no personagem daria outro filme.

Ficamos sabendo também de como o roteiro foi progredindo até chegar no que vimos na tela. Estranhamente não se fala nada sobre o que já foi divulgado muitas vezes, que a máquina do tempo seria inicialmente uma geladeira. Ou nunca foi verdade, ou o autor não achou que valesse a pena destacar no livro.

O autor entrevista mais de 50 pessoas e não deixa quase ninguém de foram, tomando depoimento até mesmo da atriz que fez a moça que entrega o panfleto para salvar o relógio que levaria Marty McFly de volta para o futuro.

É narrado os motivos de o ator Crispin Glover não aceitar participar das continuações e de porque a atriz que faz a namorada de Marty ter sido trocada por Elizabeth Shue, no segundo.

Com tantas coisas dando erradas, as continuações poderiam ter sido um desastre total , como sabemos, não foram.

O filme inicialmente não teria continuações e aquele final do primeiro era para ser apenas uma brincadeira. Mas, o sucesso arrebatador do filme fez com que a Universal quisesse que os autores preparassem uma continuação, que acabou se transformando em duas, em que a terceira parte seria lançada apenas seis meses depois.

As filmagens das cenas com o skate voador são detalhadas, incluindo mais um drama. O de uma das dublês da cena em que Biff e seus parceiros vão acabar batendo na grande janela de vidro no prédio em frente. Uma cena complicada que fez com que^uma das dublês contratadas desistissem de fazê-la e sua substituta acabou entendendo, de forma drástica, o porquê.

O livro nos mostra minuciosamente porque De Volta Para o Futuro se transformou em ícone pop e é visto até hoje por pessoas de todas as idades.

Um dos poucos filmes que assistimos vez após vez sem nos cansarmos. Que passa de geração para geração e deixa a muitos ainda admirados, mesmo nessa era de efeitos especiais totalmente computadorizados. É um filme que nos leva realmente a uma viagem, que onde se vai não precisamos de estradas, pois é pura imaginação.

O livro é de capa dura, 248 páginas e custa 47,90.

DE VOLTA PARA O FUTURO – A TRILOGIA
Dublagem Clássica/AVI/Widescreen/Colorido

3ui2vqimi9tlcg4lw2388acun.1000x566x1-900x509
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Disponibilizo aqui a trilogia com a dublagem clássica, que é mais difícil de se encontrar. Como o filme legendado é mais simples de se encontrar por torrent ou outro meio, optei por colocar somente essa versão, para aqueles que, como eu, são saudosistas dos tempos de Sessão da Tarde. A qualidade de som não é perfeita, mas serve ao seu propósito.

domingo, 22 de novembro de 2015

Presente: Sandman–Completo

SANDMAN EDIÇÃO DEFINITIVA – COMPLETO
Digitalização e Ajustes by H.O.R.D.A. Comics

Sandman Ed Definitiva 04_20151110_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

E, para comemorar o aniversário de 13 anos do Rapadura Açucarada, trazemos o quarto e último volume da saga neilgaimaniana de Sandman, o Mestre dos Sonhos.

Neste quarto volume estão reunidos os dois últimos arcos, sendo que o primeiro dele, As Bondosas, estende-se por treze edições para contar o clímax da saga de Morfeu.

Lytta Hall tem seu filho Daniel raptado e só consegue imagiunar que seja o estranho homem que a visitou tempos atrás e deu nome ao seu filho. As Fúrias, também conhecidas como As Bondosas veem nisso uma chance de levar sua justiça ao Senhor dos Sonhos.

Todas as pontas vão sendo amarradas ao longo do caminho, com a volta de vários personagens que vimos ao longo da série: Rose, Cluracan, Nuala, Loki, e tantos outros. Todos interligados pelo magistral texto de Neil Gaiman. A arte deste arco fica a cargo de Marc Hempel.

O arco de três edições, O Despertar, é consequência direta do arco As Bondosas e pouco pode ser dito sobre ele sem que se estrague o prazer da leitura do arco anterior.

Temos ainda uma última história do imortal Gadling, amigo de Sandman e a a saga fecha com o reencontro de Morfeu com o ilustre William Shakespeare, enquanto este escrevia sua peça A Tempestade. Arte de Michael Zulli e Charles Vess.

sandman-ed-definitiva-vol1

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Aniversário: 13 Anos de RA

ANIVERSÁRIO DE 13 ANOS DO RAPADURA AÇUCARADA
Porquê é um blog estranho e vamos mantê-lo assim

images copy

Em janeiro do ano que vem faço 15 anos de casado, ou seja, foi dois anos depois que começou meu relacionamento com o Rapadura Açucarada que, assim como um casamento, teve (e tem) seus altos e baixos. Claro, a relação aqui é mais de pai e filho, mas, mesmo assim, é conturbada. Porém, nada que as alegrias não superem.

Bom, a origem do blog, quase todo ano eu conto. Num resumo bem rápido para quem ainda não conhece é:

“Depois que escaneei uma página de Almanaque Marvel #3, da Editora Pandora, em que eu queria mostrar uma história do Deadpool ali publicada para amigos no grupo cinema.uo (atual Trollnet), percebi que eu podia fazer isso a sério, com gibis inteiros, pois lembrei que isso era feito num site chamado Toca do Carcaju, que foi fechado pela Editora Abril. E fiz.”

almanaque-marvel-03-editora-pandora-7095-MLB5143277450_102013-F

A imagem que abre o post é uma tentativa de reproduzir o primeiro logotipo que o blog teve. Original, não? E nem entrega minha preferência pela DC, mesmo que tudo tenha começado com uma HQ da Marvel. Mas, para a época, isso pouco importava. Escrevi “Rapadura Açucarada” ao lado do logotipo e tasquei lá em cima, sem saber muito bem no que iria dar.

O fato é que, na origem antes da origem, o blog não tinha intenção de ser sobre quadrinhos, mesmo que, provavelmente, eu citasse o assunto de vez em quando. Hospedado no Weblogger do Terra, que nem existe mais, era uma coisa bem sem graça, pois eu nem sabia que existia uma palavra chamada template.

As visitas eram praticamente todas do grupo cinema.uol – que falava de tudo, menos de cinema – pois era um pessoal muito gente fina, que insistia em visitar, não sei exatamente porquê. Eu publicava umas piadas, colocava umas imagens, mas nada que dezenas de outros blogs não estivessem fazendo melhor.

logo_RA_01

A entrada do Deadpool em cena é que foi mudou tudo. Eu tinha um scanner, mas, serei sincero, nunca o havia usado para absolutamente nada. Compramos porque parecia algo que precisaríamos em algum tempo no futuro e, realmente precisei. Mas, até hoje, depois de tudo, ele ainda guarda alguns mistérios, para mim.

Mas, o fato é que, novamente o grupo uol.cinema (sim, esses caras foram essenciais para a continuidade do que viria a seguir) apoiaram não só visitando, mas ajudando com scans e traduções. Só não cito nomes, porque não lembro de todos, e ficaria chato lembrar de uns e omitir outros. Sem contar que eram muitos.

O banner acima foi a segunda versão, já melhorada, por alguém que fez especialmente para o blog.

camelot-3000-editora-abril-numeros-1-a-4-418201-MLB20297798712_052015-F

Infelizmente é impossível eu dizer com precisão qual foi a primeira HQ que digitalizei inteira. E não, não foi o Almanaque Marvel #3, da Editora Pandora. Dele eu fiz apenas uma páginas mesmo, e enviei para o grupo.

Não o escaneei, porque era um mix, com histórias incompletas, e eu não tinha os outros números. Não fazia sentido fazê-lo Assim sendo, fui fazer outros. Lembro que, na época, estavam sendo publicados a minissérie Gerações, de John Byrne e, também, começava a sair nas bancas Planetary/The Authority, que durou apenas três edições. Sei que essas estavam entre as primeiras. 

Mas, aquela que marcou, como a primeira digitalização realmente importante foi Camelot 3000, o encadernado publicado ainda pela Editora Abril. ainda não havia nenhuma das edições encadernadas em formato americano que viriam a sair mais tarde.

Foi a primeira que alguém resolveu me dar dicas de como melhorá-la e de como postar. Por mais bizarro que pareça hoje em dia, eu postava página por página em um site chamado kit.net. Sério, no início de 2003 eu não sabia o que era Winrar.

Também me disseram que apertando tais teclas, a aparência melhorava. E aconteceu mesmo. Tive de fazer o mesmo em cada página e reenviar. Era o começo de um longo aprendizado que nunca termina.

Untitled-1js

O problema de colocar os scans em WinRar era que tornava o Kit.net inviável, já que ele não aceitava arquivos comprimidos. Começava aí, também, uma busca incessante or lugares para alocar os arquivos, que me levou aonde muitos homens já estiveram: Intelig, Rapidshare, compartilhamento por conta de e-mail, Megaupload, e assim por diante. Até pagar um lugar eu paguei, certa vez. E foi aí que tive de parar, pois mandaram o site deletar os arquivos. O que mais gostei, foi que me perguntaram antes o que deviam fazer, e eu disse ape4nas que deviam apagar sim.

Assim, o blog passou por um tempo sem scans, onde eu colocava poesias (e o pessoal só faltava me xingar), links, mulher pelada, vídeos, mais links, mais mulher pelada. Com o tempo comecei a escrever memórias, contos e no meio disso tudo nasceu Jerusalem Jones, e me orgulho bastante disso.

hv85qp

Mas, aos poucos, tudo voltou ao normal de novo. Quer dizer, quase normal. O blog se tornou um híbrido das duas fases. Agora eram scans e textos. Na verdade, qualquer coisa que me desse na telha, e é assim até hoje. Se amanhã eu quiser falar sobre jardinagem, vou falar. Ei, voltem aqui! É zoera.

A segunda fase dos scans – a Era de Prata – veio com toda a força. Os scans traduzidos que eram feitos na primeira fase por visitantes do RA, a sua maioria ganhou casa própria. Blogs como o Immateria estavam empenhados nesse serviço e ele e outros gerariam outros que gerariam outros. Assim, eu pude me concentrar em tentar completar um ou outro título, como foi o caso de Preacher que, com a ajuda do misterioso JP Volley na tradução, consegui terminar, pela primeira vez no Brasil, todas as 66 edições.

Também tivemos Akira, Animal, Aventura e Ficção e por aí vai. Graças a ajuda de muita, muita gente MESMO! Sozinho não teria feito nem a metade da metade disso.

RA (1)

E, assim, os anos foram passando e os scans que fiz com tanto zelo foram ficando defasados em relação a monitores de LED e a tecnologia dos tablets. Eles foram os pioneiros, mas precisavam descansar agora.
Olhar uma HQ digitalizada de 13 anos atrás, hoje em dia, era como ver um veterano de guerra: tinha seu valor, mas agora não aguentava mais a batalha. Assim sendo, resolvi que deveria refazer todos que eu fosse reencontrando, na medida do possível.

Ainda conto com ajuda, mesmo que não seja na mesma quantidade que antes. Mas, recebo muitas contribuições, sendo que a maioria são de HQs físicas, o que me deixa bem livre para digitalizar e restaurar da forma que eu quero.

Não faço mais nenhum formatinho. Primeiro, pela dificuldade e tempo extra que se leva para restaurar. Segundo porque tem sites fazendo isso bem mais rápido do que eu faria, como o Rock & Quadrinhos, para citar um exemplo.

492276_jerusalem-jones-o-deserto-te-chama-679335_L1

Outro grande acontecimento, que agora faz parte dos anais (uia!) da história do RA, foi a publicação – mesmo que de forma bem modesta – do livro com os contos de Jerusalem Jones que escrevi aqui, com o último conto inédito,feito apenas para o livro.

É algo que me deixou feliz, pois mostrava que eu também podia criar, não apenas copiar o que outros faziam.

Por fim, deixo aqui minha visão do que é o compartilhamento de arquivos: é essa forma que todos nós temos de levar o que gostamos, de dizer, olha, eu gostei disso e acho que você também vai gostar e, quem sabe, até se animar em comprar, se achar que vale mesmo a pena. É como emprestar um gibi, só que para centenas ou milhares de pessoas. Mas, só é compartilhamento, se for gratuito. Se não puder ser, melhor nem começar.

Bom, sei lá, é só o que penso. Fico aqui, e agradeço a todos que acompanham ol blog seja por 13 anos, ou por 13 dias. Só está aqui ainda, porque alguém vai usufruir aí do outro lado. Até mais.

Eudes e Lucy copy

P. S.: Sim, tem presente, ele vem amanhã – dia 22 – ou no máximo dia 23 se eu me atrasar. Só para deixar uma dica, é mais uma HQ que será completada. Amanhã ou depois saberão qual é.

banner RA

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Inumanos/Manto & Adaga

GRAPHIC NOVELS MARVEL: INUMANOS/MANTO & ADAGA
Tradução e Letras Respectivamente: Gibiscuits e Só Quadrinhos

01_The-Inhumans---Graphic-Novel---00---FC
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

A Editora Abril nos agraciou com as coleções Graphic Novel, Graphic Álbum e Graphic Marvel. Além dela, a Editora Globo também publicou algumas graphic novels. Com tudo isso, ainda assim, não se publicou tudo de graphics lançadas pela Marvel, por exemplo. Por sorte temos os grupos de tradução e letreiramento de scans como o Gibiscuits e o Só Quadrinhos, sendo que o fórum deste último arregimenta e centraliza a maioria de scans traduzidos. Estes dois peguei lá, apesar do primeiro ter sido feito pelo Gibiscuits.

Os Inumanos trata de uma ruptura que há entre Medusa e Raio Negro. Quando o Conselho dos Inumanos decide que o bebê de Medusa, que nascerá em breve, pode ter que ser destruído e Raio Negro não vai contra esta decisão, Medusa foge para a Terra.

Crystalis, ao apoiar sua irmã, também entra em conflito com seu marido Mercúrio e vai atrás de sua irmã. Mas, Gorgon, Karnak e Minxi também decidem procurar Medusa e ajudá-la nesta hora em que ela mais precisa. Mas, nada será um mar de rosas.

Vivendo como párias em um ferro-velho, os Inumanos acabam mexendo com a atmosfera do local, para torná-la mais pura e isso acana se voltando contra eles. Além disso tudo, Máximus fugiu de dua prisão e quer se aproveitar da situação.

Marvel Graphic Novel - Predator and Prey - 00 - FC

Em Manto & Adaga Bill Mantlo traz de volta Jack, O Estripador, que enfrentará a dupla de heróis renegados.

Quando Adaga e Manto brigam por desavenças sobre o que fazem – punir os malfeitores – o padre que os acolhe decide que, na verdade, Manto não passa de alguém possuído pelo demônio e tenta exorcizá-lo. Manto acha que o padre enlouqueceu, mas, quando a água benta que é atirada contra ele, o machuca, ele começa a ter dúvidas.

Se aproveitando deste incidente e do distanciamento entre os dois, um terrível vilão consegue trazer de volta à vida Jack, o Esttripador, que volta a matar, como antes, e cada novo crime seu, é creditado e Manto, que passa a ser perseguido pela polícia e pela própria Adaga.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Graphic Novels #10 a #15

GRAPHIC NOVELS #10 a #15
Scans by H.O.R.D.A., RA, Onomatopéia e F,A.R.R.A.

GN 10_20151109_0001
PARA BAIXAR TODOS, CLIQUE AQUI

Num passado distante, quatro poderosos e cruéis feiticeiros controlam cinco cidadelas. Uma horda de bárbaros invade e saqueia brutalmente o domínio dos bruxos. Estes, embora velhos, utilizam seus poderes e torturam cruelmente, até a morte, o líder bárbaro Athagaar e sua amante, Ren. Anos depois, no futuro, o bárbaro volta, reencarnado num corpo alienígena, em busca de vingança.

Graphic Novel 11_20130305_0001

Nesta graphic novel, intitulada Parábola, cansado das insanidades humanas, o Surfista Prateado procura exílio à margem das sociedades e dos costumes insípidos dos homens. Mesmo entre eles, o herói cósmico não mais se mistura nem tenta se envolver em assuntos terráqueos.

Pelo menos, era o que pensava.

Uma gigantesca nave alienígena rasga os céus em direção à Terra, provocando um abalo ainda maior dentro das já claudicantes estruturas sociais e do próprio espírito humano, fazendo-o cego em acreditar que um salvador das estrelas veio para redimir a todos.

Em meio ao pânico e ao medo generalizado, duas vozes se levantam. Uma prega pela submissão à vontade da entidade desconhecida como única via de salvamento e remissão total. Outra apenas procura, novamente, a razão nos corações, para que enxerguem a verdade.

Digitalizar0001

Na década de 1930, nos Estados Unidos, um piloto encontra um projeto roubado do governo, e passa a utilizar um jato nas costas e um capacete, para atuar como herói. Mas os nazistas estão atrás do protótipo, e vão fazer de tudo para recuperá-lo. Uma linda recriação de época, com belos desenhos, com destaque para a belíssima namorada do herói, baseada em Betty Page. Rendeu um filme para o cinema, bastante fiel à HQ.

Digitalizar0001

A maior honra para um guerreiro em batalha é carregar a Bandeira do Corvo, símbolo da vitória. Mas o encarregado disso tem o fardo de morrer na luta, e deixar o símbolo para seus descendentes. Só que os trolls trapaceiam um dos herdeiros desse legado, e para recuperar a bandeira terá que ser feita uma jornada enfrentando ogros, gigantes, trolls e feitiçarias. Uma aventura baseada inteiramente na mitologia nórdica.

Digitalizar0001

Após ser atacado por um dragão Groo perde suas espadas que acabam ficando no meio de ossadas humanas, quando os aldeões encontram o que julgam ser o corpo do errante, mais que depressa, levam a notícia para o rei que odeia Groo o qual espalha a notícia e dá uma grande festa no reino…

Digitalizar0001

A Legião Alien é formada por um grupo de guerreiros mercenários, de diferentes raças alienígenas, numa poderosa unidade de combate. Eles terão que enfrentar o terrível desafio dos Tecnóides (uma espécie de andróides) que querem colocar um fim à ordem vigente.

domingo, 8 de novembro de 2015

Aventura e Ficção #09

AVENTURA E FICÇÃO 09 de 21
Digitalização e Restauração 2.0 by H.O.R.D.A. Comics

Aventura e Ficção 09_20150901_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Na edição nove de Aventura e Ficção, publicada em Janeiro de 1988, temos as histórias O Filiesteu, por Denny O’Neil e ninguém menos que Frank Miller; Fiança, de John Arcudi e Vincent Walter; o Sobrevivente de J. M. Dematteis e Geof Isherwood; Bucky Bizarro, de Steve Skeats e Steve Snallwood; Uma Rã é Uma Râ? de Stephen Perry e Steve Bissete; Força G de James O’Barr e, por fim, Zona de Combate de Pepe Moreno.

Aventura e Ficção 09_20150901_0051

sábado, 7 de novembro de 2015

Animal #06 e 07

REVISTA ANIMAL #06 e #07
Digitalização e Restauração 2.0 by H.O.R.D.A. Comics

Animal 06_20150902_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Confesso que, até o advento dos scans, eu nunca tinha posto a mão em uma Animal. Talvez a tenha visto pelos sebos da vida, mas, por não conhecer não devo ter dado nenhuma atenção. O fato é que ficou este vácuo gibístico em meu currículo.

Quando comecei a postar scans aqui, lá pelo início de 2003 – o blog existia desde novembro de 2002 – uma das coleções que os colaboradores começaram a me enviar foi a de Animal. Assim, vim a conhecer essa pérola dos quadrinhos underground. Era uma espécie de Heavy Metal mais radical, se é que isso era possível.

Assim como na Heavy Metal, proliferavam os quadrinhos europeus e sempre os mais impactantes. Artistas brasileiros também faziam parte de sua folha de pagamento.

Em mais estas duas edições que foram “remasterizadas”, Animal nos traz desde mais Squeak, The Mouse de Mattoti, até Killer, a História de Michael Rockson, o Rei do Pop. Divirtam-se.

Animal 07_20150902_0001

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

100 Balas Vol. 07

100 BALAS – VOLUME #07 de 15
Digitalização e ajustes by H.O.R.D.A. Comics

100 Balas 07_20150809_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

As peças vão se arrumando no tabuleiro de 100 Balas. Neste volume, seis delas nos são reapresentadas: Lizzy, Cole, Benício, Lono, Graves e Wylie. Cada uma delas com sua importância, seja ela maior ou menor.

O Cartel também está se mexendo, e tem que lutar entre eles mesmos e, quem sabe, contra Graves. Tudo que acontece aqui, está fadado a ser um beco sem saída. Ou não.

Lizzy revê suas amigas, tentando lembrar de onde veio. Cole vai atrás de sua ex-noiva, tentando juntar o que ele mesmo espatifou. Lono é enviado em uma missão de vida ou morte. Benício, filho de um dos chefões do cartel, não quer saber dos negócios do pai, nem de seus jogos, Wylie precisa deixar de lado um emprego fracassado e trilha um novo caminho. E Graves, bom, Graves é Graves.

100 Balas 07_20150809_0063

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Ex Machina Vol. 02

EX MACHINA – VOLUME 02 de 09
Digitalização e ajustes by H.O.R.D.A. Comics

Ex Machina 02_20150806_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Mitchell Hundred é o primeiro super-herói de verdade que aparece no mundo. Atingido por algo que desconhece, ele adquire o poder de se comunicar com qualquer máquina e de ser obedecido por elas.

Depois de uma curta vida como super-herói e do atentado de 11 de Setembro, Hundred decide que fará melhor para ajudar as pessoas se se candidatar a prefeito da cidade de Nova York. E assim o faz, e vence. Como prefeito terá desafios ainda maiores do que como super-herói.

Neste segvundo volume, Hundred se vê às voltas com um  símbolo estranho, relacionado ao incidente que lhe deu superpoderes. Um agente da NSA tenta decifrá-lo, mas o símbolo parece ser mais perigoso do que parece.

Já, como prefeito, Hundred precisa lidar com o alvoroço que causa na cidade ao decidir oficiar um casamento gay.

Ex Machina 02_20150806_0048

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Festival Jerry Lewis

RAPADURA AÇUCARADA APRESENTA:
FESTIVAL JERRY LEWIS

My_Friend_Irma-287856605-large
Amiga da Onça (My Friend Irma, 1949/DVDRip/P&B/Legendado/Fullscreen) Primeiro filme em que Jerry Lewis aparece, juntamente com Dean Martin. São praticamente coadjuvantes, onde as estrelas são Irma, Jane e Al (noivo trambiqueiro de Irma). O filme é baseado em uma série de rádio com o mesmo nome.

No filme, Al descobre o talento para cantar de Steve (Martin), mas tem que levar junto Seymour (Lewis). Jane se apaixona por Steve, mas que se casar com o milionário Richard. Vendo o impasse da amiga, a atrapalhada Irma resolve se intrometer e “ajudar”. BAIXE AQUI


My_friend_irma_goes_west
Minha Amiga Maluca (My Friend Irma Goes West, 1950/DVDRip/P&B/Legendado/Fullscren). Ainda como coadjuvantes, Lewis e Martin fazem o único filme em que os dois trabalham em uma continuação. Estranhamente – ou não – acontecimentos do filme anterior são totalmente ignorados. O foco ainda é Al tentando levar Steve ao estrelato. Muitas confusões levam a turma toda para o Oeste, onde Irma acaba sendo sequestrada e Al precisa conseguir 50.000 dólares para o resgate. BAIXE AQUI



p99_p_v7_aa
O Filhinho do Papai (That’s My Boy, 1951/DVDRip/P&B/Legendado/Fullscreen. Junior Jackson (Jerry Lewis) é o tímido filho único de Jack "Terremoto" (Eddie Mayehoff), uma lenda do futebol americano. Temendo que Junior seja um fracasso como desportista, seu pai contrata Bill Baker (Dean Martin), um grande jogador, para treiná-lo e fazer dele um homem. Porém, Junior se mostra muito inseguro, o que dificulta tudo, mas independente de qualquer pagamento Baker se torna amigo de Junior e decide fazer qualquer coisa para que ele supere suas limitações. BAIXE AQUI


20480816
O Biruta e o Folgado (The Stooge, 1952/DVDRip/P&B/Legendado/Fullscreen). Em mais um filme da dupla Martin e Lewis, Bill Martin (Dean Martin) é um comediante sem sucesso que, para inovar seu show, coloca o comparsa Ted Rogers (Jerry Lewis) na plateia, para interagir com ele durante a apresentação. Mas, rapidamente, Ted começa a se tornar a estrela do espetáculo. BAIXE AQUI





7019019.3
O Marujo Foi na Onda (Sailor Beware, 1952/DVDRip/P&B/Legendado ou Dublado/Fullscreen). Melvin Jones (Jerry Lewis) é um jovem que acaba entrando na marinha por ordens do seu médico (na cabeça dele) e lá conhece Al Crowthers (Dean Martin). Os dois acabam virando amigos. Pensando que iria ter uma vida correta na marinha, Melvin sempre está disposto para fazer tudo direito ou até defender os outros de lá se são injustiçados. Mas Melvin, sempre sendo ingênuo e usado pelos outros companheiros sem saber, acaba fazendo tudo errado e irritando principalmente o seu comandante Ladorski (Robert Strauss). BAIXE AQUI


18081
Malucos do Ar (Jumping Jacks, 1952/DVDRip/P&B/Legendado,Fullscreen). Chick Allen (Dean Martin) e Hap smith (Jerry Lewis) apresentam-se em shows musicais. Mas Chick é convocado para o serviço militar, enquanto Hap continua a fazer suas apresentações, desta vez com outra companhia. Chick também continua fazendo suas apresentações, mas as dele não são tão boas quanto as de Hap, e ele decide pedir ajuda ao seu antigo companheiro. BAIXE AQUI



living-it-up-movie-poster-1954-1020249819
A Farra dos Malandros (Living It Up, 1954/DVDRip/Color/Dublado ou Legendado/Fulsscreen). Wally Cook (Janet Leigh) é uma repórter do "Crônica da Manhã?, de Nova York, que vai até Fim do Mundo, um pequeno lugarejo no Novo México, para levar Homer Flagg (Jerry Lewis), um jovem que trabalha na estação ferroviária, para Nova York com as despesas pagas, pois se acredita que Homer esteja morrendo vítima de radiação. Mas quando ela chega lá Steve Harris (Dean Martin), o médico de Homer, já constatou o erro e descobriu que ele nada tem. Entretanto, Homer quer conhecer Nova York e Steve se sente atraído por Wally. Assim, nada diz e afirma que tem de acompanhar Homer nos seus últimos dias de vida. Porém, em Nova York esta farsa fica cada vez mais difícil de ser sustentada. BAIXE AQUI


tD8RWygY5iUV25PPUDEQWKAhlxu
O Meninão (You're Never Too Young, 1955/TVRip/Dublado/Color/Fullscreen) Um barbeiro se vê obrigado a se fingir de criança para escapar de um bandido que o persegue. Ele acaba indo parar em uma escola só de moças, onde cai nas boas graças de uma professora. Mas gradativamente o namorado dela vai descobrindo a verdade. BAIXE AQUI






Poster - Artists and Models (1955)_01
Artistas e Modelos (Artists abd Models, 1955/DVDRip/Color/Dublado ou Legendado/Widescreen). Um cartunista desempregado sente-se incomodado quando toda noite seu companheiro de quarto sonha histórias das revistas em quadrinhos que lê avidamente, até descobrir que o seu amigo sonha aventuras que nunca foram publicadas e que tem enorme aceitação perante o público. BAIXE AQUI





pardners-movie-poster-1956-1020500635
O Rei do Laço (Pardners, 1956/Color/Dual-Áudio/Legendado/Widescreen). Slim Mosely Sr. (Dean Martin) e Wade Kingsley Sr. (Jerry Lewis) são dois fazendeiros batalhadores e companheiros que sempre lutam por suas terras. Mas de repente os dois são mortos em uma richa com uma gangue chamada Masked Raiders, que pretende há tempos se aponderar da propriedade de Slim e Wade. Passam-se os anos e seus próprios filhos Slim Mosely Jr. (Dean Martin) e Wade Kingsley Jr. (Jerry Lewis), que por muito tempo se mantiveram separados, finalmente se reúnem com o objetivo de vingar os seus pais e lutar contra todos que quererem ainda se aponderar da velha fazenda. BAIXE AQUI



hollywood-or-bust-movie-poster-1956-1020416839
Ou Vai ou Racha (Hollywood or Bust, 1956/DVDRip/Dublado/Color/Dublado/Widescreen).
Os dois ganham o mesmo carro numa rifa, mas cada um tem um plano diferente para o automóvel: um quer vendê-lo e o outro, atravessar o país para conhecer uma estrela de Hollywood. Este filme é o último da dupla Martin & Lewis, que fizeram 16 filmes juntos no total entre 1949 até 1956. BAIXE AQUI




The_Sad_Sack-849827027-large
O Bamba do Regimento (The Sad Sack, 1957/DVDRip/P&B/Dublado/Fullscreen). Bixby (Jerry Lewis) é um desastrado recruta que é um dos poucos americanos capazes de montar um determinado equipamento bélico. Esta qualidade vai deixá-lo em maus lençóis quando comerciantes de armas no Marrocos precisam do seu auxílio. BAIXE AQUI





 
 
rock-a-bye-baby.33213
Bancando a Ama-Seca (Rock-a-Bye Baby, 1958/DVDRip/Color/Dublado/Widescreen). Clayton Poole (Jerry Lewis) é um rapaz que vive em uma cidade pequena e que trabalha como reparador de televisão. O amor de sua infância, Carla Naples (Marilyn Maxwell), se tornou uma grande estrela e quando ela se casa com um toureiro, que morreu um dia após do casamento, ela fica grávida. Seu agente, Harold Herman (Reginald Gardiner), tenta impedir um escândalo e manda Carla de volta a sua cidade natal, contando a imprensa que ela precisava de concentração para o seu novo papel em um filme religioso chamado The White Virgin of the Nile. Carla pede ajuda a Clayton, e ele aceita cuidar do bebê assim que ele nascer. BAIXE AQUI


the-geisha-boy-us-poster-art-from-left-nobu-mccarthy-jerry-lewis-robert-E5ME54
O Rei dos Mágicos (The Geisha Boy, 1958/DVDRíp/Color/Dublado ou Legendado/Widescreen) O Grande Wooley (Lewis) é um mágico desajeitado que, sem emprego e dinheiro, aceita uma oferta do Governo e das Forças Armadas norte-americanas de viajar ao Japão com o objetivo de entreter as tropas de soldados que lá estão para combater na guerra. Sofrendo com as diferenças culturais entre EUA e Japão e arrumando diversas confusões com militares e com outros artistas, Wooley não é levado à sério por ninguém. Até que Matsuo, um tristonho garotinho japonês, se encanta com o mágico e inicia uma bela e pura relação. BAIXE AQUI


Poster - Ladies Man, The (1961)_01
O Terror das Mulheres (The Ladies Man, 1961/DVDRip/Color/Dublado/Widescreen). Herbert H. Heebert (Jerry Lewis) é um rapaz vítima de uma relacionamento que o deixou totalmente desiludido com relação às mulheres. Ironicamente ele consegue emprego justamente em uma pensão para mulheres, que está lotada de jovens atrizes. BAIXE AQUI






Poster - Errand Boy, The_01
Mocinho Encrenqueiro (Errand Boy, 1961/DVDRip/P&B/Legendado/Widescreen). Em um dos grandes estúdios de Hollywood, a Paramutual Pictures, o big boss da companhia, T.P. (Brian Donlevy), está muito irritado, pois a empresa dia a dia está perdendo dinheiro. Porém isto não acontece na bilheteria, e sim dentro do próprio estúdio. Durante uma reunião de diretoria, onde o assunto é levantado, T.P. apresenta para os diretores um técnico em eficiência, mas Irma (Isolbel Elsom), uma das sócias da companhia, se indispõe com ele, dizendo que isto não ira funcionar. O técnico se retira irritado, então T.P. e a diretoria concluem que precisam de uma pessoa totalmente desconhecida para fazer esta inspeção. Eles acabam escolhendo um colocador de cartazes, Morty S. Tashman (Jerry Lewis), que é uma pessoa muito boa e honesta, mas com uma incrível capacidade de arrumar confusões. BAIXE AQUI


the-bellboy-movie-poster-1960-1020209395
O Mensageiro Trapalhão (The Bellboy, 1960/DVDRip/P&B/Legendado/Widescreen). Tudo pode dar errado - e dá - quando Lewis encarna Stanley, um mensageiro mudo e atrapalhado, no sofisticado Hotel Fontainebleau, em Miami Beach, na Flórida. Hóspedes podem chegar e partir, mas Stanley está de serviço dia após dia no elegante resort, experimentando toda sorte de catástrofes, incluindo embates com hóspedes de topless, chaves trocadas e telefonemas invertidos. Primeiro filme dirigido por Jerry Lewis. BAIXE AQUI


1c69b17ac468f6cbef53372af9fcb912
O Bagunceiro Arrumadinho(The Disordely Ordely, 1964DVDRip/Color/Dublado/Widescreen). Jerome Littlefield, aspirante a médico, é auxiliar de serviços gerais numa clínica particular. Seu trabalho, no entanto, está em risco, já que Jerome está sempre causando problemas e desordens. BAIXE AQUI







boeing-boeing-movie-poster-1965-1020248975
Boeing Boeing (Boeing Boeing, 1965/DVDRip/Color/Dublado/Fullscreen) Bernard Lawrence (Tony Curtis) é um jornalista americano que vive em Paris. Ele elaborou um esquema no qual mantém três aeromoças da Lufthansa, Air France e British United como noivas simultaneamente. Tudo funciona muito bem por um longo período, mas a chegada de novos jatos altera o horário dos vôos fazendo as três estarem em Paris ao mesmo tempo. Para piorar a situação Robert Reed (Jerry Lewis), um outro jornalista com quem Bernard tinha se desentendido, chega na cidade. Esta confusão tem de ser controlada por Bertha (Thelma Ritter), a empregada de Bernard, que conhece as armações do patrão. BAIXE AQUI


FamilyJewels
A Família Fuleira (The Family Jewels, 1965/DVDRip/Color/Dublado/Widescreen). Donna Peyton (Donna Butterworth), uma órfã de nove anos, herda uma fortuna de 30 milhões de dólares, mas precisa escolher um "pai" entre seus seis tios para poder tomar posse da herança. BAIXE AQUI







three_on_a_couch
Três em um Sofá (Three on a Couch, 1966/DVDRip/Color/Legendado/Widescreen).  Christopher Pride (Jerry Lewis) é um pintor que foi recentemente premiado e vai viajar para Paris. Planejando matar dois coelhos com uma só cajadada, ele planeja ir com Elizabeth Acord (Janet Leigh), sua noiva, uma psicanalista, pois se casarão no navio e terão sua lua-de-mel em Paris. Mas ela se recusa a partir, pois tem três jovens pacientes que tiveram desilusões com os homens e passaram a ter problemas de relacionamento com o sexo oposto, se tornando dependentes da sua terapeuta. Assim o artista se faz passar por homens que preenchem os requisitos das moças, pois quando sua noiva as ver recuperadas viajará. Mas nem tudo sai como o planejado. BAIXE AQUI


hook-line-and-sinker-movie-poster-1969-1020400048
De Caniço e Samburá (Hook, Line & Sinker, 1969/DVDRip/Color/Dublado/Fullscreen). Peter Ingersol (Jerry Lewis) ouve de Scott Carter (Peter Lawford), seu médico e amigo, que tem apenas poucos meses de vida. Nancy (Anne Francis), a esposa de Peter, sugere que ele passe o tempo que lhe resta fazendo aquilo que mais gosta: pescar. Nancy aconselha o marido a ir para os melhores lugares e hotéis e usar o cartão de crédito da companhia de seguro onde Peter trabalha. BAIXE AQUI 



mundolocojerry8301
As Loucuras de Jerry Lewis (Cracking Up, 1983/DVDRip/Color/Dublado/Widescreen). Warren Nefron (Jerry Lewis) é um sujeito tímido e atrapalhado que não consegue fazer nada direito. Ele conta a seu psiquiatra, Dr. Pletchick (Herb Edelman), sobre seus problemas. Uma série de flashbacks das etapas da vida de Warren aparece. Warren é tão fracassado que nem suas tentativas de suicídio dão certo. O psiquiatra então tenta usar hipnose para curar Warren. BAIXE AQUI



Para baixar também Errado Pra Cachorro e O Professor Aloprado, vá a ESTE POST.






Business

category2