domingo, 28 de julho de 2013

Mort, Ed Mort


ED MORT: O SEQUESTRO DO ZAGUEIRO
Scans by O Cientista Nerd Social/RA/Onomatopéia

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui


Ed Mort é um personagem criado por Luís Fernando Veríssimo em 1979 como paródia das histórias norte-americanas de detetives, principalmente as de Dashiell Hammett e Raymond Chandler. É um detetive particular trapalhão e sempre sem dinheiro, que se mete em todo o tipo de encrencas. Ele divide seu espaço - um escritório em Copacabana, que ele chama apenas de "escri" porque é muito pequeno - com 117 baratas e um rato albino chamado Voltaire. Fonte: Wikipédia.


segunda-feira, 15 de julho de 2013

Fábulas - Volume 02


FÁBULAS - VOLUME 02
Branca e Rosa em uma Revolução dos Animais

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui


Depois dos acontecimentos que abalaram (ainda mais) a relação entre Branca de Neve e Rosa Vermelha, Branca resolve que as duas precisam de um tempo a sós para tentarem reatar uma amizade há muito perdida. Para isso embarcam numa viagem até a fazenda das fábulas, protegida dos olhos humanos e onde habitam as fábulas animais, já que seria estranho um bando de animais falantes andando pelo mundo que conhecemos.

Porém, mesmo antes de chegar, Branca já nota sinais de que algo estranho está acontecendo na fazenda, e nem mesmo George Orwell poderia imaginar os animais de contos de fadas em sua Revolução dos Bichos. Liderados por ninguém menos que Cachinhos Dourados, os animais do reino da fantasia estão se armando para retomar o mundo de fantasia de onde foram expulsos. Ou, ao menos é isso que contam para Branca de Neve.

A situação entre ela e Rosa Vermelha está prestes a ficar pior do quando chegaram e, para tentar impedir uma catástrofe, a nossa princesa obtusa terá que contar apenas com as fábulas que ainda não foram corrompidas pelos planos da guerrilheira dos cachinhos de ouro
.


terça-feira, 9 de julho de 2013

100 Balas Volume 01


100 BALAS - VOLUME 01 DE 15
Brian Azzarello e Eduardo Risso disparando todas

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui


Eu conheci 100 Balas em uma época difícil para os quadrinhos Vertigo. Espalhados por editora de pequeno e médio porte, as HQs não eram encontradas em bancas, apenas em livrarias e lojas especializadas, as comic shops. E, sim, em lojas on line. Pois, foi em uma comic shop que descobri esta HQ incrível. Além de complicado para encontrar, 100 balas estava em uma editora que vendia seu material a peso de ouro. Uma revista de meras 28 páginas seria hoje o equivalente a R$ 10,00 ou mais.

Tudo isso fez com que eu lesse pouquíssimos números desta obra. Quando a Pixel adquiriu os direitos de publicação do selo Vertigo, ainda assim não me senti confiante para retomar a leitura. A publicação pela nova editora ainda me parecia caótica. E, não demorou muito para que o que eu temia acontecesse: o cancelamento das publicações.

Quando a Panini amealhou a Vertigo para seus domínios, onde lá já estavam os personagens da DC (dona do selo Vertigo) eu ganhei mais confiança e comecei a comprar os encadernados que começaram a ser publicados das edições de 100 Balas. E e este mês a HQ chegou ao seu final, completando os 100 tiros prometidos, em 15 volumes publicados religiosamente.

A HQ que arremessou os dois artistas - Azzarello e Risso - ao estrelado dos comics, trata sobre um estranho agente Graves que aborda pessoas que tiveram algum tipo de percalço na vida e oferece-lhes a chance de revidar. Entrega-lhes uma mala com 100 balas, um revólver e a informação de quem ferrou com a vida deles. Se a pessoa resolver dar o troco, nunca será acusada, pois a arma e as balas não são rastreáveis.

Neste volume conhecemos três dessas pessoas: uma ex-presidiária latina que teve marido e filho pequeno assassinados, um barman que teve sua vida devassada por uma falsa acusação de pedofilia e um jogador compulsivo que passou 12 anos na cadeia e vive endividado por conta do seu vício. O que a chance de revidar saindo incólume fará com a mente dessas pessoas? O que mais está em jogo? Quem é o agente Graves e qual seu lucro em tudo isso. Uma coisa é certa, ninguém faz nada de graça, para tudo há um preço. Não gaste toda sua munição.


terça-feira, 2 de julho de 2013

Alan Moore Meets Lovecraft


NEONOMICON - LOVECRAFT & ALAN MOORE Expressamente proibido para menores de 18 anos
Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique AQUI

Voltei! Nossa, o tempo decorrido dessa vez foi bastante. Explico: estive acompanhando as manifestações pelo Brasil, via Facebook e, às vezes TV, e não conseguia me concentrar em mais nada, muito menos scans. As coisas acontecendo a todo moomento, e eu de certa forma preocupado, mesmo não sendo tão politizado assim, com o rumo disso tudo. E que ainda não acabou, ainda bem.

Juntou-se a isso um pouco de preguiça, mas que é até benéfica. É preferível dar um espaço de tempo de vez em quando, do que parar de vez. O velho "devagar e sempre". Afinal não sou mais o garotinho de 10 anos atrás.

Tudo tendo sido dito chegamos à HQ deste post: Alan Moore escreveu em 2003 The Courtyard (O Pátio), que foi adaptada para os quadrinhos por Antony Johnston, em uma minissérie de duas edições. Ela versava sobre o agente do FBI Aldo Sax que investiga vários assassinatos bizarros e que acaba se envolvendo mais do que deveria com o objeto investigado. Com base nos escritos de H. P. Lovecraft, Moore criou seu próprio conto de horror. Tudo bem, a coisa parecia ter parado aí e ninguém mais falou no assunto.

Mas, em 2010, nada menos que sete anos depois, Moore retoma essa história e a amplia. E não só a história em si, mas amplia também o horror e inclui sexo explícito e violento como poucas vezes se viu em uma HQ, fazendo com que fosse até mesmo banida de algumas bibliotecas nos EUA.

Desta vez dois agentes do FBI continuam o trabalho de Aldo Sax e vão penetrar mais ainda no mundo de H.P. Lovecraft. Merril Brears e Gordon Lamper descobrem uma seita que pode estar ligada aos assassinatos e resolvem se infiltrar, para tentarem descobrir qual a relação dos escritos de Lovecraft com tudo que tem acontecido. Acabarão descobrindo bem mais do que esperavam.

Business

category2