segunda-feira, 10 de junho de 2013

Y: The Last Man - Vol. 06


Y: O ÚLTIMO HOMEM - VOLUME 06
Onde Yorick fica apenas segurando vela

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui


Depois de perder Ampersand para uma ninja misteriosa, Yorick e suas amigas partem em um navio rumo ao Japão. Porém, dentro desta embarcação, viverão alguns contratempos, incluindo Yorick tendo um sonho erótico acordado. Para piorar as coisas, o navio e sua tripulação podem ser bandidos e agora eles estão em meio a uma disputa que pode lhes custar a vida. Enquanto isso, na Autrália, a noiva de Yorick continua refém de aborígenes que tentam fazê-la enxergar que seu amado está vivo, e perceber que dela depende, quem sabe, o futuro da humanidade... ou não.


RAPADURA AÇUCARADA NO CHUTINOSACO
Entrevista para o blog de scans Disney

Image and video hosting by TinyPic
Para ler a entrevista, clique aqui


Sempre sou pego de surpresa quando alguém pede para me entrevistar. Vivo tão imerso nos scans ou correlativos e esqueço que as pessoas gostam de saber como tudo começou por aqui, mesmo que eu quase sempre conte, nos aniversários do RA, como uma origem de super-herói, que não cansa de ser recontada. Mas eu gosto. Faz com que eu esteja sempre lembrando como foi que as coisas aconteceram, e deram início a tanta coisa. Mesmo assim, não me vejo como pioneiro dos scans. Eles já existiam antes de mim. Eu apenas tinha tempo mais livre que os que tentaram antes. E, como digo na entrevista, acredito que já existiam scans de mangás em quantidade, porém de modo um tanto quanto restrito.

Conheci o Chutinosaco por acaso. Através de outros blogs especializados em scans das revistas Disney. Logo eu estava roubando scans dele para colocar no Onomatopéia Digital. O blog faz trabalhos incríveis, como coletâneas de quadrinhos Disney de autores consagrados, e até mesmo traduções.

Eu gosto de pensar que, de alguma forma, ajudei a que blogs como o Chutinisaco viessem a existir. alguns até mesmo indiretamente, ou seja, através de outros que se inspiraram no RA e estes outros inpsiraram outros. Deixar esse tipo de marca me faz sentir como se tivesse plantado uma árvore, escrito um livro e tido um filho, tudo de uma vez só. Leiam a entrevista e prestigiem o Chutinosaco, do camarada multimídia, Luis Dias.


Business

category2