segunda-feira, 21 de março de 2005

Apenas

APENAS

Fizeram-se nuvens de seus suspiros
Chuvas de tuas pequenas lágrimas
Nem tanto o dia, nem tanto a noite
Apenas o estar com você

Fizeram-se músicas de seus sussurros
Estradas de seus passos
Nem tanto o esperar, nem tanto o saber
Apenas estar com você

Fizeram-se primaveras de seu sorriso
Poesias de seus gestos
Nem tanto o lembrar, nem tanto esquecer
Apenas estar com você

domingo, 20 de março de 2005

Pedras no Rio

PEDRAS NO RIO

De mãos dadas, entramos no rio, a água gelada
Mas sentia o calor de tua mão
E a correnteza de teu sorriso me levava
Sentia sob meus pés as pedras do rio
E sobre elas andávamos

Catamos algumas até chegar ao outro lado
E sentados à margem, ao rio lançávamos
Cada vez mais longe as pedras voavam
Sempre juntas caíam, sempre juntas ficavam

Ao tatear por mais uma nossas mãos se encontraram
E das pedras do rio, enfim esquecemos
E o barulho da águas, nós não mais ouvimos
E nossos lábios se deram, o beijo esperado!

quinta-feira, 17 de março de 2005

Tuas

TUAS

Tuas pequenas palavras carinhosas me fazem sorrir
Teus gestos de carinho, me fazem te amar... mais
Teu meio sorriso, sobre o qual já escrevi
É um momento congelado, que sempre me dá paz

Tuas meninices de mulher, me fazem querer
Que estejas mais perto, que você nunca se vá
Que o tempo inexorável, que ninguém pode deter
Passe mais devagar

Teus momentos de tristeza, me fazem tentar
Te alegrar de alguma forma, que as vezes nem sei
Então me perco em minhas palavras, e passo a te amar
Tão forte, como sempre te amei

Eudes direto do Cybercafé!

Business

category2